Restam: 53 garrafas

Les Carroz

Coteaux Bourguignons

Região Beaujolais | Tinto | 2018

Uvas: Gamay 90% e Pinot Noir 10%.

Frutado . Suave . Expressivo . Aromático

Harmonização: Aves, Carnes vermelhas, Embutidos, Frutos do Mar, Massas, Peixes, Petiscos, Queijos

De R$82,50 por:

CAIXA FECHADA

R$52,00/garrafa

CAIXA MISTA

R$57,80/garrafa

ENTREGA

até 12/15/2019

RESTAM

53 garrafas

Ficha técnica
Safra: 2018
Conteúdo: 750ml
Uvas: Gamay 90% e Pinot Noir 10%.
Teor alcoólico: 13 %
Temperatura de serviço: 12 e 14º
Estimativa de guarda: 4 anos
Como conservar seu vinho: Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.
Ficha de degustação
Cor: Vermelho rubi.
Aroma: Nariz de cereja e framboesa.
Paladar: A boca é leve, com um ataque equilibrado, taninos sedosos e final fresco.

Coteaux Bourguignons provém, principalmente, de montes de encostas e vinhas bem diferenciadas para esta produção, a fim de produzir um vinho de corte mais fácil de beber e um bom custo-benefício. Feito de terroirs logo atrás de Lyon, este vinho muito característico da denominação, abre as portas para essas castas Gamay e Pinot, que, embora mais leves que as do sul, produzem taninos de caráter, carnudos e bem desenvolvidos.

O Pinot Noir traz estrutura, gosta de solos de argila e a Gamay, traz a maciez, é perfeito em solos de granito. Estas duas uvas são da mesma família e crescem bem em diferentes tipos de solos.

 SOL

Carroz significa "encruzilhada", "na encruzilhada", exatamente como esse nome produzido em toda a grande Borgonha, de Chablis no norte até os Pierres Dorées no sul. Terras argilo-calcárias principalmente.

VINIFICAÇÃO E CRIAÇÃO

Colheita de uvas maduras, maceração a frio muito curta (cerca de 24 horas) e prensagem direta em uma prensa de membrana para manter a frescura da fruta. Fermentação a baixa temperatura para extrair e intensificar aromas, engarrafados no início da primavera sob proteção de dióxido de carbono.

MAISON COLLIN-BOURISSET

Fiéis ao espírito de seus fundadores em 1821, Henri Collin e Louis Bourisset unem forças o início do século 20 na cabeça da casa com o mesmo nome. Verdadeiro pioneiro em muitos enólogo, enólogo do campo histórico de Hospices de Romanèche Thorins, a maison Collin Bourisset sempre teve apenas um objetivo: extrair as mais belas encostas melhores vinhos do Beaujolais e da Borgonha.

  • Seco
    Doce
  • Leve
    Potente
  • Simpes
    Complexo
  • - Frutado
    + Frutado
  • - Amadeirado
    + Amadeirado
  • - Tânico
    + Tânico
  • - Ácido
    + Ácido
Sobre a Região

Região: Beaujolais
Vinícola: Maison Collin Bourisset
Sobre a região: A região de Beaujolais fica na parte mais ao sul da Borgonha, logo depois de Lyon, é famosa pela tipicidade única de seus vinhos, produzidos com a uva tinta Gamay. Apesar de ser considerada como parte da Borgonha, a tipicidade de seus vinhos se mostra tão forte que conferiu a essa região uma identidade própria.

O Coteaux-Bourguignons é a nova AOC que substitui a Borgogne-Passtroutgrain eo Grand-Ordinaire e, assim, podem provir de misturas de castas como a Pinot Noir, Gamay, Chardonnay, etc.