Restam: 66 garrafas

Château Grand-Maison

Côtes de Bourg

Região Bordeaux | Tinto | 2012

Uvas: Merlot 80%, Malbec 18% e Cabernet Franc 2%.

Estruturado . Equilibrado . Complexo . Gastronômico . Persistente . Taninos sedosos

Harmonização: Aves, Carnes vermelhas, Embutidos, Queijos

De R$156,00 por:

CAIXA FECHADA

R$90,00/garrafa

CAIXA MISTA

R$100,00/garrafa
Ficha técnica
Safra: 2012
Conteúdo: 750ml
Uvas: Merlot 80%, Malbec 18% e Cabernet Franc 2%.
Teor alcoólico: 13,5%
Temperatura de serviço: 17º
Estimativa de guarda: 10 anos
Como conservar seu vinho: Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.
Ficha de degustação
Cor: Granada profunda e escura.
Aroma: A primeira expressão é marcada por frutas frescas, frutas vermelhas e pretas (cereja e mirtilo), uma riqueza e complexidade muito boas, com notas minerais específicas que expressam a nobreza do terroir, acompanhado por notas de especiarias apoiadas por um
Paladar: Com uma textura tânica-estrutura-densidade muito alta, muito bem equilibrada com um desenvolvimento muito grande acompanhado por um comprimento bem frutado e fresco.

O terroir argilo-calcário e a localização geográfica do Château Grand-Maison tiveram um papel decisivo como "amortecedor" nesta safra, que iniciou com uma certa dificuldade. Os ventos quase permanentes vindos do oeste, combinado com uma perfeita exposição ao sul, permitiu, por um lado, limitar a chuvas, secando rapidamente as uvas, e por outro lado, para aproveitar os melhores dias ensolarados, permitindo uma maturidade muito boa. Estes constantes ventos do oestes faz com que as vinhas não sejam contaminadas por fungos e ainda traz uma concentração natural ao fruto.

Particularmente na cidade de Bourg em Gironde o Sr. MALBECK escolheu para implementar a uva Malbec, que tem origem na casta chamada Cot, após uma vasta investigação de localidades ideais. Como as uvas deste Château tem mais de 50 anos, acredita-se que os seus Malbecs vêm de seleções direta dos descendentes das primeiras plantações.

 

Técnicas de Produção:

. Seleção de parcelas
. Vinhas de mais de 50 anos.
. Solo argilo-calcário.
. Colheita manual, respeitosa e rigorosa com o meio ambiente.

 

Medalhas:

89 Wine Enthusiast/Roger Voss
89/100 Gilbert et Gaillard
Decanter.: "Seleção entre os 100 melhores vinhos de Bordeaux em todos os anos de 2005 a 2010" 

 

  • Seco
    Doce
  • Leve
    Potente
  • Simpes
    Complexo
  • - Frutado
    + Frutado
  • - Amadeirado
    + Amadeirado
  • - Tânico
    + Tânico
  • - Ácido
    + Ácido
Sobre a Região

Região: Bordeaux
Vinícola: Château Grand Maison
Sobre a região: Bordeaux é região francesa que mais exporta vinhos tintos e de todas as regiões vinícolas do mundo, mantém a maior regularidade de nível de qualidade, sendo a mais bela vitrine dos vinhos franceses.

Esta região, como outras regiões francesas, sofreu muito com as pragas, guerras e crises econômicas, e teve como marco de seu renascimento, o ano de 1960, graças ao progresso da enologia e ao investimento maciço na região.

De forma didática e simples podemos classificar os vinhos de Bordeaux da seguinte forma: Margem Esquerda: tintos secos e de personalidade, com uma mistura Cabernet Sauvignon e Merlot mais rústica, em notas de groselha, menta, tabaco e cascalho. Potencial de guarda que excede a 20 anos. São os Medoc típicos, que incluem Saint Estèphe, Saint Julien, Listrac e Margaux; Já os vinhos da Margem Direita: tintos um pouco mais suaves de Merlot com Cabernet Franc. Sabores de cereja, tabaco e menta e como representantes as regiões de Pomerol, Saint Emilion e Fronsac.

É uma região riquíssima em história, apaixonante de se conhecer e beber.