Restam: 21 garrafas

Château de Santenay - Gevrey-Chambertin

Gevrey-Chambertin

Região Bourgogne | Tinto | 2015

Uvas: Pinot Noir 100%.

Elegante . Equilibrado . Potente . Persistente . Taninos sedosos . Acidez equilibrada . Gastronômico

Harmonização: Aves, Carnes vermelhas, Embutidos, Massas, Queijos

De R$672,00 por:

CAIXA FECHADA

R$229,50/garrafa

CAIXA MISTA

R$255,00/garrafa

ENTREGA

até 12/15/2019

RESTAM

21 garrafas

Ficha técnica
Safra: 2015
Conteúdo: 750 ml
Uvas: Pinot Noir 100%.
Teor alcoólico: 13%
Temperatura de serviço: 15 a 16º
Estimativa de guarda: 15 anos
Como conservar seu vinho: Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.
Ficha de degustação
Cor: Corpo rubi sombrio.
Aroma: Um nariz com aromas de groselha e café. Tem muita frescor tanto no nariz como no paladar.
Paladar: Cor escura, profunda, intensa. Aromas ricos, concentrados e uma paleta de frutas negras com extremo fresco. Na boca, amplo, potente e com taninos bem estruturados. Carnudo, equilibrado, extremamente elegante e delicado. Um final longo, com a união de pequ

Construído nos séculos IX, XI e XVI, a casa foi uma das muitas propriedades do Duque de Borgonha, Filipe le Hardi (1342-1404), deixando seu nome por séculos. Em 1395, Philippe le Hardi assinou o documento fundador da monocepage na Borgonha: “l’Ordonnance de Philippe le Hardi”. Assim, a Pinot Noir torna-se oficialmente a uva dos vinhos tintos da Borgonha, em substituição da Gamay.

O Château de Santenay é uma das mais vastas propriedades da Bourgogne, com 90 hectares de plantação e em 14 A.O.C. diferentes. A partir de 2004 iniciou a prática da Agricultura Orgânica em toda a sua extensão e foi certificado pela Terra Vitis e pela HVE3 (Hautes Valeurs Environnementales niveau 3). O respeito ao meio ambiente é um dos pontos principais para se ter uma viticultura de qualidade.

Seu Gevrey-Chambertin é, ao paladar, um grande Bourgogne: poderoso, rico, encorpado e, também um vinho com grande potencial de guarda.

Técnicas de produção:
. Colheita manual
. Idade média das vinhas de 60 anos
. 18 meses em barris de carvalho
. Produção de 2.000 garrafas

  • Seco
    Doce
  • Leve
    Potente
  • Simpes
    Complexo
  • - Frutado
    + Frutado
  • - Amadeirado
    + Amadeirado
  • - Tânico
    + Tânico
  • - Ácido
    + Ácido
Sobre a Região

Região: Bourgogne
Vinícola: Chateau de Santenay
Sobre a região: O extraordinário mosaico de apelações que constitui de norte a sul a Borgonha, reforça as características excepcionais dos terroirs dedicados às uvas Pinot Noir e Chardonnay. Acrescentado a isso, a paixão dos produtores ligados aos seus trabalhos nas vinhas dão o tom da expressão de “climas” mais sutis para uns do que para outros. Depois de alguns erros das últimas décadas, este terroir assimétrico é que traz mais emoção para os fãs desta região.

História

Château de Santenay é uma das maiores propriedades da Borgonha. Este patrimônio de prestígio, composto por um notável Château com o seu telhado de vitral e vinhedo de 90 hectares, é o resultado de uma herança centenária intimamente ligada à história da viticultura da Borgonha.

Construído nos séculos IX, XI e XVI, a casa foi uma das muitas propriedades do Duque de Borgonha, Filipe le Hardi (1342-1404), deixando seu nome por séculos. Em 1395, Philippe le Hardi assinou o documento fundador da monocepage na Borgonha: "l’Ordonnance de Philippe le Hardi". Assim, a Pinot Noir torna-se oficialmente a uva dos vinhos tintos da Borgonha, em substituição da Gamay.

Nos últimos 20 anos, a propriedade tem se comprometido com um processo de cultivo ecologicamente correto, um verdadeiro pioneiro neste campo. Certificada TERRA VITIS desde 2004, continua sua atuação em agricultura sustentável, certificada pelo Ministério da Agricultura em 2009. Em 2015 o campo é um dos primeiros estabelecimentos certificados de Alto Valor Ambiental (HVE 3) a atender as novas especificações do Ministério da Agricultura.